São Jorge D'Oeste, quarta, 17 de outubro de 2018 15h : 58m - Paraná - BR

Notícias

Autor: Sidnei

Piracanjuba vai investir mais de R$ 80 milhões em São Jorge D’Oeste

A indústria de beneficiamento de leite vai gerar, quando inaugurada, centenas de novos empregos no município.

“Nada melhor do que, no Dia do Colono e Motorista, a gente poder dar uma notícia história como essa”, enfatizou o prefeito de São Jorge D’Oeste Gilmar Paixão (PDT). De fato, o município recebeu, na manhã de hoje, 25, uma excelente notícia: o anúncio da instalação da indústria de produtos lácteos Piracanjuba no município, num investimento que vai chegar a R$ 80 milhões e deve gerar, quando entrar em funcionamento, centenas de empregos diretos. “A Piracanjuba é uma das principais empresas do ramo no país e vai ter uma unidade aqui no nosso município, o que será muito importante para o nosso agricultor e também para toda a região Sudoeste. Hoje, produzimos cerca de 39 milhões de litros de leite por ano, além de 130 mil toneladas de grãos e isso foi fator determinante para que a empresa escolhesse São Jorge D’Oeste”, comemorou o prefeito Gilmar Paixão (PDT).
Representantes da empresa estiveram no município e receberam as escrituras dos terrenos que foram adquiridos para a construção da unidade industrial (um espaço de 48,74 hectares, nas margens da PR-281) e falaram sobre os investimentos futuros. “São Jorge D’Oeste está privilegiada pelo povo, pela estrutura e pelo rio. Isso ajudou demais. Eu digo que juntou a fome com a vontade de comer. A gente ainda não definiu o tamanho da unidade, mas fizemos uma carta de intenções baseadas no tamanho mínimo, que não é pequena e beneficia 600 mil litros por dia. Existe a possibilidade de ser um pouco maior porque a diferença de custo para ter uma unidade um pouco maior não é tanta. Às vezes você investe 10% a mais e tem 20% de produção. Preferimos não nos comprometer, porque agora é questão de custo e benefício. O que sabemos é que a região tem leite e isso importa para nós”, disse Cesar Helou, diretor da Piracanjuba.
Ele falou sobre as características do Sudoeste que são favoráveis para a produção da matéria prima. “O Sudoeste do Paraná tem o clima e um relevo muito propício para o leite, sem contar que o povo que tem aptidão. Para nós também é muito importante a questão da água, uma indústria de alimentos não funciona sem água e aqui temos”, completa.
A prefeitura entrará, como contrapartida, com toda a terraplenagem e infraestrutura de acesso ao local. “É um local já bastante plano, que não vai exigir muita intervenção”, acrescentou o prefeito. Ele ressaltou que o poder público segue investindo forte na infraestrutura do campo, oferecendo estradas de qualidade, o que melhora a mobilidade e também facilita o escoamento da produção agrícola. “Queremos construir uma nova história, com desenvolvimento, emprego e inovação para o nosso povo. Temos que agradecer os proprietários dos terrenos, que compreenderam a importância e fizeram a venda para a indústria”, completou o prefeito.
O empreendimento será apresentado em um evento que deve acontecer no dia 22 de agosto. “Foi uma negociação de aproximadamente um ano que tivemos com a empresa, com os vereadores, donos de terrenos e hoje se concretizou esse grande sonho”, completou o prefeito.

Diversificação
São Jorge D’Oeste fica às margens do Rio Iguaçu e abriga a terceira maior hidrelétrica do Sul do Brasil: a Usina de Salto Osório. O município conta ainda com um complexo turístico, repleto de casas de veraneio nas praias artificiais que foram formadas no lago da usina. Agora, a economia desponta também na área industrial, sediando importantes indústrias na área do vestuário e a Mocelin, segunda maior fabricante de extintores do país.
Para fortalecer e potencializar ainda mais o desenvolvimento econômico e humano, o governo municipal tem atuado para garantir que novos investimentos gerem mais emprego, renda e qualidade de vida para seu povo.

A Piracanjuba
A empresa nasceu em 1955 e hoje é uma das marcas mais presentes nos lares do Brasil. A primeira unidade foi instalada na cidade de Piracanjuba (GO), o que deu origem ao nome da marca. Mais tarde, em 1986, a empresa mudou para Bela Vista de Goiás (GO), o que gerou grande crescimento. Hoje, a Piracanjuba pertence ao Grupo Laticínios Bela Vista e é uma das cinco maiores indústrias do ramo no Brasil, processando cerca de 5 milhões de litros de leite dia e gerando 2,4 mil empregos diretos nas unidades de Bela Vista de Goiás (GO), Dr. Maurício Cardoso (RS), Governador Valadares (MG), Itapetininga (SP), Maravilha (SC) e Sulina (PR).